A Mosaic Fertilizantes anunciou na manhã desta terça-feira, 28, que retomou as atividades em sua mina de fosfato em Catalão, Goiás. Segundo a companhia, a operação está em plena capacidade. A unidade estava desativada desde o início de abril, para adequações às novas regras governamentais referentes a barragens de rejeitos, estabelecidas após o rompimento da barragem da Vale em Brumadinho (MG).

“Estamos satisfeitos que Catalão tenha retornado à produção total”, disse o CEO da Mosaic, Joc O’Rourke. “Continuamos atendendo às necessidades de nossos clientes, enquanto Catalão e outras minas foram desativadas, e acreditamos que voltaremos a operar totalmente em nossas minas brasileiras até o final do terceiro trimestre”, estima O’Rourke.  As atividades das minas em Tapira e Araxá, ambas em Minas Gerais permanecem suspensas a fim de atender os novos padrões exigidos. A companhia informou ainda que a primeira de duas barragens na mina de Tapira já recebeu um certificado de segurança, enquanto a segunda deve receber a regulamentação no terceiro trimestre deste ano. Segundo a empresa, as barragens não apresentam “risco iminente de rompimento”.  Às 12 horas (de Brasília), os papeis da companhia negociadas na Bolsa de Valores de Nova York, recuavam 1,30%, a US$ 21,32 por ação.